Pouca gente sabe, mas as duas estrelas douradas acima do escudo não têm nada a ver com o futebol e sim com o atletismo. De acordo com o estatuto do clube, desde 1952, a cada recorde mundial quebrado ou título mundial/olímpico vencido por qualquer atleta do clube que compita nos esportes olímpicos resulta em uma estrela. As duas que hoje estão no símbolo foram conquistadas por Adhemar Ferreira da Silva, graças às duas vezes que quebrou o recorde mundial do salto triplo – nos Jogos Olímpicos de Helsinque, em 1952, e no Pan da Cidade do México, em 1955.

Através do Técnico “Carlão” minha admiração pela modalidade crescia, me tornei um atleta do São Paulo Futebol Clube, mas como todo jovem precisa trabalhar para ajudar em casa, deixei o SPFC para dar aulas de natação em academias, mas quando menos se esperava estava de volta ao SPFC para trabalhar com a modalidade que mais me fascina, o atletismo.
Mas ainda não estava completo, um clube tão grande com grandes valores ao seu arredor saindo da favela Paraisópolis e favela do Jardim Colombo, meninos e meninas de várias faixa etárias precisando de uma orientação, levantar a auto-estima, trabalhar a parte social.
Então tive a idéia de montar um Projeto de atletismo “Kiatleta – arte da vida” com apoio dos pais que ali tinham seus filhos e o SPFC, para atender crianças e adolescentes que tenham vontade e interesse de procurar algo melhor para sua vida.
Em 2004 veio o reconhecimento, o Projeto foi vencedor do 1º Premio Dolce Vita Amigo do Morumbi de Responsabilidade Social, anunciado pelo repórter Chico Pinheiro e entregue pelo jornalista Milton Jung.

SOBRE NÓS

© 2001 Kiatleta "arte da vida"

Entre em contato:
(11) 3749-8189

Encontre-nos:
Praça Roberto Gomes Pedrosa, 01
São Paulo – SP 05653-070